Continuidade de obras é garantida por ministro, apesar do coronavírus

Continuidade de obras é garantida por Infraestrutura
Geral

Continuidade de obras é garantida pelo ministro Tarcísio Gomes de Freitas, apesar do coronavírus. Nesse sentido, o titular da Infraestrutura do governo federal expôs a disposição do governo federal no que diz respeito à sua pasta.Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura

A fala do ministro aconteceu durante ‘live’ promovida pelo BTG Pactual, semana passada. De acordo com Freitas, o Ministério da Infraestrutura garantiu a continuidade do cronograma de obras.

“Não paramos obras sob a responsabilidade do ministério em lugar nenhum”, disse Freitas. Por outro lado, acrescentou que continua atuando em projetos para atrair investimentos. “Mantivemos a estruturação dos projetos de concessão.”

Em sua apresentação, o ministro da Infraetrutura assinalou também as medidas de logística que foram tomadas pelo governo para garantir a circulação de mercadorias. E, ainda, a de trabalhadores em atividades essenciais logo no início das paralisações provocadas pela covid-19. “Não adianta ter o mercado aberto se o produto não chega à prateleira”, lembrou Tarcísio Freitas.

Investidores

Recentemente, o ministro conversou com cerca de 40 investidores de fundos americanos, europeus e brasileiros. De comum entre eles, o interesse no programa de concessões do ministério. A reunião foi articulada pelo Morgan Stanley, um dos principais bancos de investimentos do mundo, e aconteceu via telefone.

Na oportunidade, o ministro ressaltou que o cronograma para concessão dos ativos de infraestrutura segue o seu curso normal. “Assim, apesar da crise causada pela pandemia do coronavírus”, segundo ressaltou.

“Não paramos nenhuma atividade dos nossos projetos de concessão”, destacou. “Temos parte da equipe dedicada à logística de insumos para combate ao vírus e na construção de hospitais de campanha, mas a maior parte segue trabalhando firme na estruturação de projetos, que é a atividade ordinária do Ministério”, explicou.

Freitas ressaltou ainda que há uma clara percepção de que o interesse dos investidores nos ativos de infraestrutura do Governo Federal segue forte. “Temos um programa vigoroso e sofisticado, com projetos consistentes e que, de fato, são excelentes oportunidades de investimento”, pontuou.

De acordo com Tarcísio Freitas, o governo terá “uma carga grande de leilões acontecendo no final da crise e que serão excepcionais para o investidor em termos de taxa de retorno”, completou.

Veja mais publicações

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Dê um like no facebook