8 aviões comerciais que nunca sofreram acidentes com mortes

8 aviões comerciais sem acidentes com mortes

8 aviões comerciais compõem lista das aeronaves que nunca sofreram acidentes com mortes. Não apenas nunca tiveram acidentes que resultaram em morte como também que terminassem com “perda de casco”. Isto é, com danos irreversíveis à aeronave.

A lista com os 8 aviões comerciais faz parte de relatório da Boeing que, desde 1969, publica um acreditado Resumo Estatístico de Acidentes com Aviões a Jato Comercial. O de agora, atualizado em setembro de 2019, diz respeito aos últimos 60 anos de voos comerciais.

A matéria está publicada no portal Aeroin, uma revista eletrônica que foca na aviação. De acordo com a publicação, o relatório da Boeing também descreve o que está por vir em termos de medidas para aumento de segurança de voo.

Ainda de acordo com a revista, a lista da Boeing somente considera aeronaves ocidentais. Dessa forma, segundo explica a matéria, por conta de maior transparência na divulgação de acidentes.

A lista

A lista começa pelo Boeing 717, um bimotor de corredor único desenvolvido para o mercado de 100-130 assentos. O avião entrou em serviços em 1999. e a produção cessou em maio de 2006. Tem 156 unidades em operação, basicamente nos EUA.

O segundo é o Bombardier CRJ700/900/1000, família de aviões a jato regionais projetados e fabricados pela canadense Bombardier. Segundo a matéria, seu design foi derivado das aeronaves CRJ100 e 200. 

O terceiro é o Airbus A380, maior avião de passageiros do mundo, construído em 2005. Em 2021 sua produção se encerrou oficialmente. Contudo, diz a revista, a pandemia pode ter encurtado o tempo que o veremos nos céus do mundo.

O quarto é o Boeing 787 Dreamliner, que decolou pela primeira vez em 15 de dezembro de 2009. Assim, de lá para cá foram 1.487 encomendas. Dessa forma, 918 jatos já foram entregues das três versões: 787-8, 787-9 e 787-10.

O quinto é o Boeing 747-8, a mais recente variante do 747. De acordo com a Aeroin, o primeiro avião do modelo fez o primeiro voo em 8 de fevereiro de 2010. No entanto, afirma a revista, a “Rainha dos Céus” pode estar próxima de ter sua produção totalmente encerrada.

O sexto é o Airbus A350 XWB, família cujo protótipo voou pela primeira vez em 14 de junho de 2013. Segundo a Aeroin, normalmente transporta de 300 a 410 passageiros, dependendo da versão.

O sétimo é o Airbus A320neo, que iniciou operações comerciais pela Lufthansa em 25 de Janeiro de 2016. No momento, é a aeronave comercial mais vendida de todos os tempos, com as novas encomendas em 2020.

O oitavo é o Airbus A220, da Bombardier. Trata-se de um narrowbpdy bimotor de médio alcance. O A220, que leva de 108 a 160, passageiros entrou em serviço em 15 de julho de 2016 pela Swiss. 

Matéria com maiores detalhes técnicos pode ser lida por meio do link: https://www.aeroin.net/quais-sao-os-avioes-de-passageiros-que-nunca-cairam/

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Veja mais publicações

Dê um like no facebook