Troncos no Rio Madeira devem ser beneficiados, defende a Frenlogi

Edinho Bez

O diretor executivo da Frente Parlamentar de Logística e Infraestrutura do Congresso Nacional / Edinho BezFRENLOGI, Edinho Bez, anunciou que a Frente encampará a defesa proposta pelas entidades, que debatem os avanços hidroviários no País, de propor – no caso específico do RIO MADEIRA – o aproveitamento do material sólido vegetal dos resíduos recolhidos pelas barreiras de contenção nos reservatórios de usinas hidroelétricas – de Jirau e Santo Antônio – ao longo do trajeto.

“Durante a vazão anual do Rio Madeira, em sua descida dos Andes ao Brasil, diariamente mais de 8 mil toras de madeira chegam arrastadas pelo rio em seu percurso e acumulam sem aproveitamento, o que torna a questão um dispendioso problema aos locais e aos municípios. A FRENLOGI defenderá junto ao poder público – Ibama, Ministério do Meio Ambiente e Congresso Nacional – a alternativa de beneficiamento destes resíduos”, destaca Bez.